Histórias de Sucesso no Inglês – Entrevista com Isabella Pellon


bella-oxford



Isabella Pellon é brasileira, originalmente do Rio de Janeiro mas no momento mora em São Paulo. O inglês dela é fantástico, ela quase não tem sotaque. Um grande exemplo de como dedicação, prática e uma boa quantidade de experiência podem levar para habilidades linguísticas quase nativas. A seguir temos a entrevista que fizemos essa semana com ela sobre o seu caminho para a fluência.

OE: Oxford English (OE): Você gosta (ou gostava?) de estudar inglês? Porque você começou a estudar?
Isabella: Sim, especialmente depois do nível intermediário. Eu adorava as aulas e tentava falar sempre que havia uma oportunidade. Eu comecei a estudar inglês muito nova porque meu pai queria me preparar para o futuro.

OE: Quanto tempo você estudou inglês? Onde você aprendeu originalmente?
Isabella: Nossa, não sei! É muito tempo! Comecei na Cultura Inglesa. Estudei duas vezes por semana por 8 anos. Eu fiz o curso completo.

OE: Quais foram os benefícios de estudar em grupo?
Isabella: No início não era muito legal porque eu era tímida e não tinha coragem de expor as minhas dúvidas na frente de todo mundo. Então não fazia muitas perguntas.

OE: Como você superou essa dificuldade?
Isabella: A cada final de módulo eu fazia uma prova e passava para o outro nível. Então sabia que estava pronta para o próximo nível e que realmente tinha aprendido.

OE: Quais foram as atividades em sala de aula que você mais gostou e mais aprendeu?
Isabella: Pra ser sincera, eu não lembro muito do início do curso porque eu era muio nova, me lembro mais do intermediário em diante. Me lembro do dia que o Ayrton Senna morreu e todos estavam muito tristes e ninguém queria falar sobre ele naquele dia. O professor teve que desenvolver um assunto mais leve e divertido pra fazer a aula desenvolver. Sempre gostei muito de participar dos debates e dar minhas opiniões.

OE: Onde você formava as suas opiniões? Você lia muito naquela época?
Isabella: Eu cresci vendo os meus pais lerem jornal todas as manhãs e assistíamos o noticiário juntos. Comecei a ler jornais muito cedo e discutíamos os assuntos durante os jantares e refeições. Assim fui treinada a pensar e formar a minha opinião desde pequena.

OE: Quais atividades você tinha fora da sala de aula para melhorar o seu inglês?
Isabella: Eu tenho um primo alemão que não falava português com quem eu falava só em inglês. Eu também adorava ouvir música e pesquisar as letras e assistir séries de TV em inglês.

OE: A escola pedia para você fazer isso em casa ou você fazia isso por conta própria?
Isabella: O curso me dava uma letra de música e geralmente era uma música legal. Eu gostava tanto de aprender a música que eu ia procurar outras.

OE: E isso te ajudou a aprender inglês?
Isabella: Absolutamente! I podia sentir o quanto o inglês estava melhorando, me sentia mais confiante. Acho que aprendia mais quando estava fazendo algo que realmente gostava de fazer, pois assim praticava muito e me divertia.

OE: Como se sentiu quando se formou no curso?
Isabella: Bom, eu tinha uma grande quantidade de conhecimento sobre a língua e eu podia conversar com qualquer pessoa sobre qualquer assunto. Mas certamente não era fluente como sou hoje.

OE: Você já teve aulas com um professor particular?
Isabella: Não exatamente. Mas eu tive um relacionamento com um canadense por dois anos e morei em New York com ele. Assim eu vivia em inglês 24hs por dia e era como se ele fosse um professor particular.

OE: Quando você começou a perceber a diferença no seu inglês enquanto você morava nos EUA?
Isabella: Depois de 6 meses mais ou menos eu comecei a notar uma diferença enorme. Eu era obrigada a falar e pensar em inglês o dia inteiro, todos os dias. Meu melhor momento no meu aprendizado foi em meados de 2006. As pessoas ficavam surpresas quando falava que era brasileira. Achavam que eu era americana pois meu sotaque do Brasil não existia.

OE: Incrível! Se você pudesse indicar atividades para outros alunos de inglês, quais seriam?
Isabella: Ache algo que gosta de fazer ou um assunto que te interesse pra conversar ou ler, ache algo divertido e faça em inglês. Não importa se é um filme, um livro, uma música, uma revista, yoga, esportes, séries de TV ou falar com pessoas que gosta.

OE: Muito obrigado Isabella, foi ótimo conversar com você.
Isabella: Imagina! Adorei a entrevista também.

Oxford English - All Rights Reserved © 2017
Top